Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Certificados de Extensão > Notícias > Dia do Professor é uma data que vai além das homenagens, é preciso valorização
Início do conteúdo da página

Dia do Professor é uma data que vai além das homenagens, é preciso valorização

Publicado: Sábado, 15 de Outubro de 2022, 08h00 | Última atualização em Segunda, 17 de Outubro de 2022, 13h55 | Acessos: 1015

Atualmente o Câmpus São José do Rio Preto conta com onze entre os 3.339 servidores exercendo a docência na instituição, sendo os protagonistas que tem a incumbência de transmitir o conhecimento de uma geração a outra.

 

No dia em que se comemora o Dia do Professor, 15 de outubro, o IFSP Câmpus São José do Rio Preto presta homenagem a todos aqueles que escolheram a docência como profissão e que compartilham seus conhecimentos, suas vivências e experiências para formar e capacitar os estudantes.

Antonio Felicio Filho, professor e coordenador de extensão, conta que, para ele, sua relação com o estudante é de intensa parceria, e vai além do trabalho técnico, pois baseia-se na convivência e troca mútua de saberes, aprendendo continuamente e compreendendo a experiência de vida que cada indivíduo possui.

Sou muito feliz com a profissão que escolhi, que garante o meu sustento e satisfação pessoal. Posso dar aulas para várias faixas etárias e perdi as contas de quantos alunos já passaram por mim. Todos os anos eles levam parte do conhecimento que eu sei, e como retribuição enriquecem-me com eles tem a oferecer de melhor. Professor não só ensina, mas ele também aprende com os alunos.

Para Andréia Fidelis, professora e coordenadora do NAPNE no câmpus (Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas), a docência é gratificante pois além de contribuir para o crescimento acadêmico do aluno, o processo de aprendizagem que este aluno percorre durante seu tempo na instituição promove uma mudança no comportamento. Para ela, o professor tem o poder de mudar a vida de seus alunos.

Fernanda Lemes, professora e coordenadora do Sociopedagógico, considera que “ser professor é um processo de contínua aprendizagem, que nos permite uma constante evolução como pessoa e como profissional! Ao mesmo tempo em que temos a oportunidade de contribuir com a formação de nossos estudantes ressignificamos nossos saberes e práticas, e para mim esse processo de formar o outro e se transformar é magnífico!”

Depoimento da Profa. Andréia Fidelis

Ser docente é uma profissão que está diretamente interligada com o futuro e trajetória de cada estudante que passa pela instituição, ou seja, o professor tem uma grande responsabilidade: a de ensinar e inspirar novas atitudes, além de serem os principais motivadores para que os estudantes transformem seus sonhos em realidade.

Apesar da importância da profissão há ainda muito a se pensar, discutir e conquistar no Brasil quando o assunto é educação. Historicamente a educação e todos aqueles que lidam diariamente com o processo formativo da população não são valorizados e vivem rotinas de trabalho exaustivas, pois o ato de ensinar não fica restrito à sala de aula, envolve planejamento, estudo, conhecimento teórico e pedagógico que permita o desenvolvimento de aulas conforme a realidade e situação de cada comunidade onde o estabelecimento educacional está inserido.

Nesta data em que se comemora o Dia do Professor, é importante ressaltar que a valorização da profissão e da educação devem ser acompanhadas por investimentos e políticas públicas que garantam uma educação de qualidade e boas condições de trabalho para todos os profissionais que lidam com a educação.

 

Origem da data

No Brasil, o Dia do Professor é celebrado em 15 de outubro e a data está relacionada à simbologia do primeiro decreto educacional de Dom Pedro I, Imperador do Brasil, que criou o Ensino Elementar no Brasil, em que todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras (BRASIL, 1827).

A primeira lei relacionada à data é de âmbito estadual, Lei nº 145, de 12 de outubro de 1948 (SANTA CATARINA, 1948), que instituiu o dia do professor e o feriado escolar em 15 de outubro, de autoria da jornalista, professora e política brasileira Antonieta de Barros, a primeira negra brasileira a assumir um mandato popular como deputada estadual em duas legislaturas no estado de Santa Catarina (MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020).

A data foi oficializada em âmbito nacional pelo então presidente João Goulart, por meio do Decreto Federal nº 52.682, de 14 de outubro de 1963, que define sua essência e motivação no Art. 3º "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias" (BRASIL, 1963).


Siga o Câmpus São José do Rio Preto nas redes sociais

/ifspriopreto

@ifsp_riopreto 

Fim do conteúdo da página